Bahia disputa torneios das modalidades coletivas nos Jogos Escolares da Juventude

Os 82 atletas que compõe a delegação baiana dos esportes coletivos já estão em Curitiba (PR), local onde estão sendo disputados, até quinta-feira (21), os Jogos Escolares da Juventude para estudantes atletas de 12 a 14 anos. Encerradas as modalidades individuais, quando a Bahia conquistou três medalhas – duas de bronze e uma de prata –, começaram a disputar, no último domingo (17), os jogos das modalidades de futsal, handebol, basquete e vôlei (masculino e feminino).
A Bahia está representada por cinco escolas privadas, sendo uma de Juazeiro, e uma escola pública de Salvador. No futsal masculino e feminino (Colégio Integral); vôlei feminino e masculino (Colégio Módulo); basquete masculino (Colégio Salesiano) e feminino (Colégio Estadual Edson Carneiro); handebol masculino (Colégio Geo de Juazeiro) e feminino (Colégio São José).
As modalidades coletivas são disputadas em três divisões. De domingo a terça-feira, as equipes se confrontam dentro dos seus grupos e os classificados fazem as semifinais na quarta (20), e as finais na quinta-feira (21). Na capital paranaense, apenas o futsal masculino e feminino da Bahia estão na primeira divisão do torneio. As demais modalidades disputam a terceira divisão. Os finalistas conquistam o acesso à segunda divisão.
Toda a delegação, tanto dos jogos individuais quanto coletivos – viajam com apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho e Esporte (Setre), que realizou a seletiva baiana e fretou avião para garantir mais conforto e agilidade no traslado das duas delegações, que totalizam 180 pessoas, entre atletas, oficiais, fisioterapeuta, jornalistas, técnicos e professores.
A etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude tem organização do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), com apoio do Ministério do Esporte e Rede Globo. É considerado o maior evento esportivo estudantil do país e responsável pela revelação de atletas olímpicos, a exemplo das judocas Sarah Menezes (medalha de ouro na Olimpíada de Londres/2012) e Rafaela Silva (medalha de ouro Rio 2016).
Fonte: Ascom/Sudesb




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *