Bahia Street Arte Festival: Rony Gomes é o campeão do Desafio Internacional de Vertical 2017

Aos 25 anos, o paulista Ronaldo Gomes (Rony Gomes) acumulou mais um título na carreira. Desta vez, desbancou atletas com títulos mundiais e sagrou-se campeão da primeira edição do Desafio Internacional de Vertical, que faz parte do Bahia Street Art Festival. O segundo lugar ficou com Sandro Dias (Mineirinho) e Marcelo Bastos ficou com o terceiro lugar.

A grande final aconteceu na manhã deste domingo (26), no Ginásio Municipal de Lauro de Freitas, e contou com a vibração do público que lotou o ginásio.

O Bahia Street Art Festival tem patrocínio da Oi Móvel, Fazcultura e prefeitura de Lauro de Freitas



Sem conseguir acertar manobras nas duas primeiras voltas, Rony foi para última volta com tudo e, literalmente, voou no half pipe (pista). A galera gritou: “É campeão!”. Mas o paulista não quis saber de comemorar, porque ainda faltava a apresentação do hexacampeão mundial Sandro Dias, que também quebrou tudo e deixou os juízes com a responsabilidade de definir quem foi o melhor.
Ao final, Rony foi comemorar com a galera. “É muito difícil realizar todas as manobras em uma volta. Já tinha errado duas, mas deu tudo certo, graças a Deus”, disse o campeão.

 

Com quase o dobro da idade de Rony, o segundo colocado, Mineirinho (42 anos), provou porque é considerado uma lenda do skate. Com manobras perfeitas, Sandro Dias ficou satisfeito com o desempenho. “Essa galera é duas gerações abaixo da minha. Fico muito feliz em ainda poder competir em alto nível, com saúde e muita energia”, disse Mineirinho.

Presente no evento, a prefeita de Lauro de Freitas Moema Gramacho disse que a cidade não será a mesma após o Bahia Street Art Festival. “Não se fala outra coisa aqui em Lauro. Sabia que seria um grande evento, mas só percebi a dimensão quando iniciou. Estamos muitos felizes em realizar essa parceria”, comemora a prefeita.

Representando o governo do estado, o secretário do Trabalho Emprego, Renda e Esporte (Setre), Maurício Nery, disse que todos saíram ganhando. “Um evento desse porte, além de incentivar a prática de esportes, mexe com a economia local. O governo do estado não poderia deixar de apoiar”, afirma Nery.

Fonte: Folha Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *