Baixo retorno do café tem feito produtoras anunciarem crise

O que tem levado empresas produtoras de café a entrarem em crise e buscarem outros mercados é o baixo retorno do valor que é pago pelo consumidor para adquirir o produto, segundo o presidente da Assocafé, João Lopes de Araújo.

“De uma xícara que você paga no restaurante R$ 5, chega R$ 0,01 para o produtor”, explica, um dia depois do Dia Internacional do Café, comemorado no domingo (14).

Um dos sintomas da crise foi o pedido de recuperação judicial da Terra Forte, o maior produtor do Brasil, com 18 milhões de pés. Na Bahia, dois dos maiores produtores estão erradicando café para passar para milho, soja e algodão, porque acreditam que a produção de café não anda bem.

Segundo João Lopes de Araújo, apesar do resultado, o Brasil continua o maior produtor e segundo maior consumidor de café do mundo. “Temos aumentado a produção. No ano passado, produzimos mais de 60 milhões de sacas. Estamos exportando mais do que nunca. Chegamos a três milhões de sacas por mês,  mas o preço do produtor não remunera. São coisas incompreensíveis”, lamenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *