Barragens voltam a normalidade após chuvas na Bahia

As chuvas que chegaram ao estado Bahia ultimamente promoveram a recuperação de reservatórios importantes para a garantia da segurança hídrica da população.

A barragem de Ponto Novo, no rio Itapicuru Açú, em Ponto Novo, no centro-norte da Bahia, operada pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), teve um aporte de 13,3 milhões de metros cúbicos de água em menos de 12 dias, saltando de 74,64% da sua capacidade, em 23 de março, para mais de 100% na primeira semana de abril, estando atualmente com 97,64% da sua capacidade.

De acordo com o Governo do Estado, a recuperação garante tranquilidade aos sistemas de abastecimento dos municípios de Ponto Novo, Filadélfia, Caldeirão Grande, Senhor do Bonfim, Itiúba, Jaguararí e Andorinhas, beneficiando cerca de 217 mil habitantes que são atendidos pela barragem, além do Projeto de Irrigação de Ponto Novo, que tem uma importante área produtiva e geradora de empregos no município, com base na agricultura irrigada.

A barragem de Pedras Altas, localizada no rio Itapicuru Mirim, em Capim Grosso, também no centro-norte baiano, operada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), saiu de 33% da sua capacidade em 22 de março, para os atuais 94,69%, recebendo nada menos que 22,14 milhões de m³. Isso tranquiliza outro grande sistema de abastecimento, o da região do Sisal, que atende a uma população total de mais de 241 mil pessoas.

Em Sobradinho, território do Sertão do São Francisco, maior reservatório do estado, com uma capacidade total de armazenamento de 34,11 bilhões de m³ de água, também se recuperou. Sobradinho se encontra em uma situação confortável, neste final de período úmido, registrando atualmente 48,76% do seu volume útil (19,43 bilhões de m³), tendo tido um aporte de 10,7 bilhões de m³ desde o mês de novembro passado, quando se encontrava com 22% da sua capacidade. Esse volume aportado por Sobradinho representa mais de duas vezes o volume total da barragem de Pedra do Cavalo. Dessa forma poderemos atravessar bem o restante do ano, sem restrições nos usos que dependem desse reservatório, dentre eles abastecimento humano, e irrigação.

Segundo o secretário de Infraestrutura Hídrica, Leonardo Góes, esse aumento na reservação cria uma situação confortável, principalmente na região do semi-árido mas “é importante salientar que a população baiana continue economizando e usando a água de modo sustentável “.

Outras barragens tiveram uma melhora importante: Jacurici, município de Cansanção; Cocorobó, em Canudos; Zabumbão, em Paramirim; Gasparino, em Coronel João Sá e Pedra do Cavalo, em Cachoeira, que estão localizadas no estado da Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *