Centro de Referência Lélia Gonzáles completa 11 anos de atenção à mulheres vítimas de violência

O
Centro de Referência Lélia Gonzáles (CRLG) completou, na última quarta-feira
(20), 11 anos de atuação no acolhimento à mulheres vítimas de violência
doméstica em Lauro de Freitas.
A
unidade foi implantada no município em 2006, e oferece apoio psicológico,
jurídico e social além de proporcionar ocupações terapêuticas a todas que
buscam os suportes que o equipamento oferece.
Somente
nos três primeiro meses deste ano, já foram atendidas na unidade mais de 500 mulheres.
 De acordo com a coordenadora do Centro,
Sulle Nascimento, o número de mulheres acolhidas já supera os atendimentos de
todo o ano de 2016.

Bárbara
Chaves, secretária de Políticas para Mulheres, considera o CRLG um dos
principais pontos da rede de apoio às mulheres. Sua proposta é ampliar os
serviços, além do atendimento já oferecido, e os mecanismos de autonomia
financeira que possam ajudar a mulher a romper o ciclo de agressão. ”Estudos
mostram que muitas mulheres só conseguem romper esse ciclo quando sentem que
terão uma renda para o sustento delas e dos filhos”

De
acordo com dados do Mapa da Violência de 2015, Lauro de Freitas está entre as
60 cidades brasileiras com maiores índices de violência doméstica, e ocupa o
décimo lugar no ranking baiano. Em 2013, a estatística aponta que 16 mulheres
foram assassinadas por homens considerados namorados, companheiros ou maridos.
“É preciso mudar está realidade, somente com a união de todos os equipamentos
públicos poderemos conseguir a redução destes índices”, completa.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *