Curso no Parque Ecológico de Vilas ensina a transformar lixo em adubo

Cascas
de frutas e de ovos, verduras, frutos do mar, restos de comida e guardanapos
compõem a base para a preparação da compostagem. O processo de biodegradação
controlada da matéria orgânica foi tema do curso “A arte de transformar
lixo em adudo”, que aconteceu de sexta a domingo (11), no Parque Ecológico
(PE) de Vilas do Atlântico em Lauro de Freitas e foi ministrado pelos biólogos
da empresa Sal da Terra (ST).
A
iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos
(Semarh), faz parte das ações em comemoração a reabertura do Parque. De acordo
com o secretário Alexandre Marques, a proposta da Semarh é incluir na
programação do parque outros cursos práticos que contribuam para a preservação
do meio ambiente.
O
curso, oferecido gratuitamente e os alunos receberam certificado de conclusão e
participaram da construção da composteira do Parque. O material coletado a
partir dela servirá de adubo para as plantas do local. 
Fonte: Ascom PMLF



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *