Ferraz justifica digitais nos R$ 51 mi

O ex-chefe da Defesa Civil de Salvador Gustavo Pedreira Ferraz  justifica o fato de suas digitais terem sido encontradas nas cédulas dos R$51 mi do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Ferraz afirma nunca ter ido ao bunker dos R$ 51 milhões em Salvador, e confessou à Polícia Federal que buscou malas com dinheiro em um hotel na cidade de São Paulo para o ex-ministro, em 2012, no âmbito das eleições municipais.

Ele ainda diz que Geddel “disse à época que o dinheiro seria utilizado nas campanhas dos Prefeitos e vereadores do PMDB no Estado da Bahia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *