Greve geral deve comprometer funcionamento de transporte público nesta sexta (14)

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Salvador, a categoria vai aderir à greve geral que acontecerá amanhã (14), por todo país, deixando Salvador e Região Metropolitana sem o equipamento. A classe se coloca contra a reforma da Previdência, proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Cerca de 21 mil rodoviários aderiram à greve e os ônibus não irão rodar amanhã. O secretário de Mobilidade e Urbanismo, Fábio Mota, informou ao Bahia.Ba que está atrás de mecanismos para não deixar o cidadão na mão.

Além dos rodoviários, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Ferroviário e Metroviário dos Estados da Bahia e Sergipe (Sindiferro), também vão aderir a greve. Os funcionários da CCR Metrô votaram a favor do ato em maio. Todavia, segundo a CCR, o equipamento funcionará normalmente, das 5h à meia-noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *