Inquérito da família Vieira Lima segue em primeira instância, após decisão do STF

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, além do ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima e seus outros irmãos e mãe, acusados de lavagem de dinheiro, terão seu inquérito mantido em primeira instância da Justiça Federal de Brasilia, após decisão da primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

A lavagem de dinheiro, segundo investigações, se deu de forma que a família simulou um contrato de aluguel de maquinário para uma fazenda dos Vieira Lima e também na compra e venda de gado.

Por unanimidade os ministros negaram o recurso que a defesa da família pediu contra uma decisão de abril do ministro Alexandre de Moraes, que enviou o processo para a 10ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Distrito Federal.

Durante a Operação Cui Bono a Polícia Federal identificou o crime realizado pela família na fazenda.

Fonte: BNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *