Jornalistas terão acesso a porte de arma, segundo decreto assinado por Bolsonaro; confira grupos

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou ontem o decreto que flexibiliza o porte de armas de fogo à comunidade, na manhã de ontem (7). O feito fazia parte das suas promessas em época de eleições.  O decreto prevê que 20 grupos profissionais tenham acesso ao porte, dentre eles profissionais de imprensa que atuem em coberturas policiais e caminhoneiros.

Além desses, políticos eleitos, servidores públicos que trabalham na área de segurança pública, advogados em atuação pública, oficiais de Justiça, agentes de trânsito, moradores de propriedades rurais, proprietários e dirigentes de clubes de tiro, e outras categorias, poderão requerer o porte de arma.

O presidente da câmara dos deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), solicitou à consultoria legislativa da Casa um estudo sobre a constitucionalidade do decreto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *