Mais 1,5 mil universitários começam a trabalhar em órgãos estaduais pelo programa Partiu Estágio




Quase 1.600 universitários começam a trabalhar em secretarias e órgãos estaduais através do Partiu Estágio. Os jovens fazem parte da segunda turma do programa que tem como objetivo ofertar experiências profissionais e inserir esses universitários no mercado de trabalho. A contratação, formalizada na tarde desta quarta-feira (25), através da assinatura do termo de compromisso pelo governador Rui Costa, ocorreu durante um evento realizado no Senai/Cimatec, em Salvador.
Dos 1571 estudantes, 1.022 serão alocados em Salvador. Outros 549 irão ocupar vagas em órgãos estaduais do interior do estado. O governador Rui Costa destacou a importância da iniciativa. “Aprendi em casa o poder da educação na transformação da vida das pessoas. É por isso que concebemos esse programa: para que os estudantes que vieram de escola pública, que cursam universidade pública ou universidade particular através do Fies ou Prouni tenham prioridade”, declarou.
Através do Partiu Estágio, universitários que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho garantem o acesso a uma vaga por um ano, com carga horária de 20 horas semanais e bolsa de R$ 455, além de auxílio transporte.
O programa estadual, lançado em abril deste ano, está em sua segunda etapa. Os dois editais receberam, juntos, a inscrição de cerca de 45 mil estudantes. “Temos dados importantes que mostram o avanço da experiência do Partiu Estágio. Nessa fase, 68% dos estudantes são mulheres, 78% estão inscritos no CadÚnico, 86% são pretos e pardos e 94% oriundos de escola pública. Será uma grande experiência de aprendizagem no setor público para esses jovens. Isso é política pública de educação e de inclusão”, explicou o secretário estadual da Administração, Edelvino Góes.
Fonte: Metro1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *