Odebrecht doou cobertores e dinheiro a presídio de Marcelo

A Odebrecht fez uma série de doações para presídios de Curitiba nos quase três anos em que Marcelo Odebrecht ficou preso. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, foram destinados 700 cobertores para todos os detentos do Complexo Médico de Pinhais.

As doações eram feitas para o Conselho da Comunidade de Curitiba, organização que trabalha com 11 presídios da região metropolitana da capital paranaense.

A empreiteira fez também doações em dinheiro – R$ 5 mil de cada vez. Depois delas, o conselho chegou a comprar nove geladeiras para o complexo de Pinhais, onde estavam presos da Lava Jato.

Atualmente na carceragem da PF em Curitiba, Marcelo Odebrecht deixará o local no próximo dia 19 de dezembro para cumprir prisão domiciliar.

Fonte: Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *