Prefeitura de Salvador reduz oferta de ônibus por conta da greve

A frota de ônibus de Salvador, prevista para ficar mais enxuta a partir de hoje, foi reduzida em 20% já ontem – e o número pode subir para 40% caso seja necessário.

Em entrevista, o secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, afirmou que “há menos demanda nesta sexta-feira do que normalmente” e, por isso, a pasta decidiu começar a contingência imediatamente.

“Se a demanda for pouca, a gente reduz ainda mais para conseguir chegar a rodar até a terça-feira [29]. Caso a greve não acabe, vai ser bem difícil manter a frota depois disso”, explicou.

Composta por 2,6 mil ônibus, a frota será reduzida em 50%. No domingo, a operação será realizada durante o dia com 30% da frota. Na segunda e terça, a operação terá 80% da frota nos horários de pico e 40% nos demais.

De acordo com Mota, a estimativa parte do princípio que os coletivos terão a demanda de praxe – se o número de passageiros se mostre menor que o previsto, assim como ontem, menos ônibus rodarão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *