Prefeitura de Salvador registrou furto de 4 mil metros de cabos elétricos este ano

A prefeitura de Salvador registrou o furto de cerca de quatro mil metros de cabos da rede elétrica nos últimos três meses. As redes subterrâneas nas grandes avenidas da orla marítima, no período da noite, são os maiores alvos dos ladrões. A ação criminosa causa danos avaliados em R$ 500 mil/ano para o município, devido a gastos extras para reconstituição de materiais elétricos furtados.

O diretor de Iluminação de Salvador, Júnior Magalhães, informou que cerca de R$ 50 mil são gastos por mês em obras e materiais para reconstituição dos serviços. Segundo Magalhães, a maioria dos apagões são provocados por roubos de fiação elétrica.

“É um problema que acaba envolvendo vários setores. Envolve a sinalização de trânsito, que fica comprometida, a segurança da população com risco de acidentes e de assaltos, além do risco à própria pessoa que comete o furto”, aponta o gestor.

Segundo dados da Disp, o órgão recebe até cinco notificações diárias de danos à fiação, e o número aumenta para oito ocorrências nos fins de semana. A Semop relata que a maior parte dos furtos ocorre no período da noite, com auxílio de armas brancas e pedras.

Os locais onde mais são registradas ações dos criminosos são Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô), Tamburugy (Patamares), Luís Viana Filho (Paralela), Orlando Gomes (Piatã), Via Expressa da Baía de Todos-os-Santos, região da Praça da Bíblia (Av. Vasco da Gama) e estações do metrô, como Tamburugy e Mussurunga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *