Presidente da Fieb estima que a Bahia perdeu quase R$ 1 bilhão com protesto dos caminhoneiros

O presidente da Fieb (Federação das Indústrias do Estado da Bahia), Ricardo Alban, estima que a Bahia perdeu quase R$ 1 bilhão com o protesto dos caminhoneiros, que durou 11 dias.

“Hipoteticamente, em uma análise de sensibilidade, nós imaginamos que teríamos entre R$ 700 [milhões] e R$ 1 bilhão e isso jamais se recupera. Então, podemos estar fazendo uma alusão a essa conta, mas, certamente, a Secretaria da Fazenda poderá fazer mais”, afirmou, em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia.

O empresário ressaltou que “quem paga a conta é o consumidor”. “Seja por decisões equivocadas, seja por problemas de custo, da carga tributária ou ineficiência administrativa do setor público ou privado, quem paga é o consumidor”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *