Presidente mais impopular da história, Temer afirma que o país precisa de otimismo

Apesar dos problemas enfrentados pelo Brasil, o presidente Michel Temer (MDB) afirmou que o que falta ao país é “otimismo”. O mandatário disse ainda que os outros líderes da América Latina têm “admiração” pelo Brasil.

A declaração foi feita durante uma cerimônia em Iperó, no interior de São Paulo, na qual Temer lançou a pedra fundamental de um projeto de energia no Centro Industrial Nuclear de Aramar.

“Precisamos ter o otimismo que eu encontrei recentemente na Cúpula das Américas, em Lima, no Peru, quando em contato com 12 ou 13 chefes de estado verifiquei a administração extraordinária que eles têm pelo nosso país. Um otimismo até quase exagerado”, afirmou Temer.

De acordo com a pesquisa da Datafolha, o presidente Michel Temer (MDB) bateu o próprio recorde (70% em abril), com 82% de rejeição dos brasileiros.

De acordo com o levantamento, 3% dos eleitores que responderam às questões consideram a gestão do emedebista ótima ou boa e outros 14% regular.

O índice de reprovação de Temer é superior aos 71% marcados por Dilma Rousseff (PT) em agosto de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *