Professores universitários que aderiram à greve terão salários cortados, segundo Rui

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), tomou a decisão de suspender o salário dos professores universitários em greve. A informação foi confirmada ao Metro1 pela Secretaria de Comunicação Social (Secom).

A greve dos professores, que já dura cerca de três semanas, afeta alunos das universidades estaduais, como: Universidade Estadual da Bahia; Universidade Estadual de Feira de Santana; Universidade do Estado da Bahia; e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

O governo propôs investir cerca de R$ 36 milhões, mas o corpo docente informou que este valor já está no orçamento do ano. Além disso, foi lançada uma proposta de 900 vagas de promoção aos professores, mas o grupo afirmou que as vagas já estavam represadas e cobrou a regularização da situação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *