Rodoviários descartam greve na quinta; ato deve acontecer na próxima semana

 

Durante entrevista a Zé Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (18), o diretor de imprensa do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Daniel Mota, voltou a falar sobre a possível greve da categoria, em Salvador, além de cobrar “uma resposta” das empresas. Segundo o sindicato, os empresários querem adiar o pagamento do dissídio da categoria, deste mês, para novembro.

Mota informou que, uma assembleia da categoria está marcada para esta quinta-feira (19) e uma negociação entre rodoviários e empresários será realizada na próxima sexta-feira (20). “Essa assembleia pode culminar em uma passeata. A expectativa que nós tinhamos é que iríamos deflagrar a greve amanhã [quinta-feira] por 72 horas. Mas a gente avaliou, tem a conversa com o MPE [Ministério do Trabalho e Emprego] na sexta, estamos aguardando o prefeito e até o governo do Estado se posicionar. Amanhã na assembleia da categoria vamos avaliar o desfecho do processo”, afirmou.

Sem desconsiderar a possibilidade de greve, o diretor de imprensa afirmou que o movimento deve ser deflagrado na próxima semana, caso a proposta dos empresários não atenda o pedido da categoria. “Se vierem pra cá com as negociações fechadas, e permanecerem com a ideia de jogar os trabalhadores para novembro vamos radicalizar o movimento”, disse. “Os empresários tem que dar resposta a tempo se não quem sofre é a cidade”, finalizou. O encontro dos rodoviários nesta quinta acontece em dois turnos e segundo Mota, não afetará o transporte da população.

Fonte: Metro1

Foto: Acervo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *