TCU indica que Lula pode ter ligação com rombo bilionário na Petrobras

O ex-presidente Lula pode ter participação direta em prejuízo nas obras da Petrobras investigadas na Lava Jato, segundo informações da Folha de S. Paulo.

Uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) indica que o petista pode ser responsável por um rombo de R$ 1,3 bilhão apenas no caso da Refinaria Paraná (Repar). O caso será julgado nesta quarta-feira (6).

O ex-presidente da estatal José Sergio Gabrielli também é alvo da investigação. A auditoria pode responsabilizar e bloquear os seus bens, por participação nas perdas da Repar. A defesa de Lula ainda não se pronunciou sobre o caso.

Em 2010, o então presidente teria liberado recursos para a construção da refinaria, já com inúmeras irregularidades no processo. A continuação da obra teria causado “dano ao erário”.

No ano anterior, o TCU enviou a lista dos contratos que deveriam ter as verbas bloqueadas por problemas de fiscalização. Com a aprovação da Lei Orçamentária naquele ano, o Legislativo concordou em barrar o financiamento às obras.

Contudo, seguindo orientações dos ministérios do Planejamento de Minas e Energia, Lula vetou os dispositivos e justificou que a medida acarretaria no fim de 25 mil empregos, e custaria mensalmente cerca de R$ 268 milhões com a “desmobilização” e “degradação” dos trabalhos feitos. Para o TCU, o ato de Lula foi “inusitado” e uma afronta à Lei de Diretrizes Orçamentária.

Fonte: Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *