Transporte Seguro é Transporte Legal? Prefeitura de L.de Freitas expõe a vida de trabalhadores

A Prefeitura de Lauro de Freitas lançou a operação “Transporte Seguro é Transporte Legal”, será mesmo que ela tem capacidade, para liderar e executar uma operação como essa?

As fotos dessa matéria, mostram como os colaboradores da Prefeitura de Lauro de Freitas são transportados. Em um caminhão aberto, foi flagrado hoje, por um de nossos leitores, diversos trabalhadores expostos a qualquer sorte e tipo de acidente.

00 Transporte Seguro

Em uma cidade repleta de quebra-molas, muitos deles mal sinalizados, qualquer distração do motorista do caminhão, resultaria em uma não redução de velocidade ao passar por um desses quebra-molas, provocando um salto do caminhão e a queda dessas pessoas, o que poderia levá-los a um acidente grave, ou até mesmo ao óbito.

É preciso mesmo toda essa reflexão, para que se perceba o risco ao qual Prefeitura de Lauro de Freitas, expõe esses trabalhadores, diariamente?

Enquanto isso, a Prefeitura fiscalizou 60 transportes escolares, sob o slogan “Transporte Seguro é Transporte Legal”, confira a nota onde a PMLF divulga a sua preocupação com a segurança no transporte:

 

Prefeitura Fiscaliza 60 Transportes Escolares durante operação “Transprte Seguro é Transporte Legal”

Com o período de volta às aulas, o fluxo de veículos que realizam o serviço de transporte escolar fica mais intenso na cidade. Com o objetivo de ordenar o serviço, a Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas (PMLF), por meio da Secretaria de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (Settop), através do Departamento de Transportes realizou na última quinta (18) e sexta-feira (19) a operação “Transporte Seguro é Transporte Legal”, que abordou 60 transportes de estudantes em pontos estratégicos do município.

Com a presença dos fiscais e diretores de vistoria, Gilson Moraes; de fiscalização, Nilson Noronha e o diretor geral do Departamento de Transportes, Alexandro Santana, foram notificados 30 transportes escolares realizando o serviço de forma clandestina e com irregularidades como: condutores sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e sem o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), além de veículos sem condições mecânicas de circulação e com faixa de transporte escolar, sem o devido credenciamento para o serviço.

Veículos de cidades como, Mata de São João, Camaçari e Salvador estavam entre os encontrados realizando o serviço de forma irregular. A operação continua nesta terça-feira (23) em outros pontos da cidade. A PMLF orienta aos pais de estudantes que evitem contratar transportes escolares não regularizados, a fim de evitar transtornos e a insegurança no serviço.”

 

Então vem a pergunta: Quem não tem consciência do que é segurança e põe em risco a vida de seus próprios colaboradores, tem capacidade de fiscalizar, com competência, o transporte escolar de nossos filhos?

 

Da Redação

Foto: Leitor LFTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *