Tribunal de Justiça da Bahia apresenta 98% no índice de produtividade e se destaca

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) teve a melhor taxa de produtividade entre as Cortes estaduais de médio porte, apontou o relatório Justiça em Números 2018, divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Segundo o documento, o TJ-BA apresentou 98% no Índice de Produtividade Comparada da Justiça (IPC-Jus), que busca medir a produtividade e a eficiência relativa das Cortes estaduais. Atrás do TJ-BA ficaram o Tribunal de Justiça do Mato Grosso (94%) e o Tribunal de Justiça do Maranhão (85%), que completam o pódio.

O melhor resultado do TJ-BA se deu no primeiro grau, instância na qual o tribunal atingiu 100% de produtividade. A porcentagem surpreende porque, historicamente, é no primeiro grau que o tribunal apresenta os maiores problemas, com déficit de servidores e grande número de processos sem julgamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *