Pedido de vista adia decisão sobre anulação de júri de Kátia Vargas


O desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) Nilson Castelo Branco pediu vistas e o julgamento da anulação do júri da médica oftalmologista Kátia Vargas foi adiado hoje (7).

De acordo com o Correio, o processo voltará a ser analisado no dia 4 de setembro. Ele seria o quinto entre os 20 desembargadores que iriam se pronunciar a respeito da anulação. Antes do adiamento, houve um empate de dois votos pela anulação do júri e dois contra.

A médica não esteve no TJ-BA hoje (7), mas os familiares dos irmãos compareceram.  

Kátia Vargas  havia sido acusada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) por homicídio doloso, pelas mortes dos irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, no bairro de Ondina, em Salvador, em 2013. 

No entanto, a oftamologista foi absolvida em um júri popular em dezembro de 2017, quando sete pessoas entenderam que ela não causou a batida que terminou com a morte dos jovens e seria, portanto, inocente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram