Prefeitura de Salvador prevê gastos de R$ 1,3 bilhão em 2020

A Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) para exercício de 2020, em Salvador, foi sancionada pelo prefeito da cidade, ACM Neto (DEM), nesta segunda-feira (12). Aprovado pela Câmara Municipal, a LDO prevê gastos de R$ 1,3 bilhão na capital.

Do total, R$ 720 milhões são em empréstimos já assinados ou em conclusão de contratação. Deste valor, uma parte será destinada às obras do segundo trecho do BRT.

Além disso, os recursos devem ser utilizados no Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), o Programa de Saneamento Ambiental e Urbanização do Subúrbio (novo Mané Dendê), o Salvador Social e o Programa de Requalificação Urbana (Proquali).

O valor dos investimentos é 8,3% maior do que foi estabelecido para o ano de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram