Habeas corpus de Calmon de Sá foi negado pelo STF

O pedido de habeas corpus do ex-presidente do Banco Econômico, Ângelo Calmon de Sá, foi negado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo informações, um mandado de prisão já teria sido expedido contra Calmon de Sá.

A motivação da prisão seria por um dos processos por crime contra o sistema financeiro nacional, cujas decisões foram confirmadas em instâncias colegiadas da Justiça Federal. Calmon de Sá é acusado de fraudes no Banco Econômico, lesando acionistas e investidores.

Pelo menos duas condenações em instâncias intermediárias e finais já foram registradas contra o banqueiro. A primeira, em 2013, no caso conhecido como “Pasta Rosa”, e um ano depois, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região condenou por unanimidade Calmon de Sá a sete anos de prisão.

No entanto, o banqueiro não chegou a cumprir nenhuma das penas já impostas pela Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram