Magistrados baianos perdem direito a auxílio moradia

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Gesivaldo Britto informou ontem (27), em reunião com a Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB) que os magistrados baianos não terão mais direito ao auxílio moradia. Foi decidido também que os mesmo terão reajuste salarial de 16,38%.

Juízes e desembargadores terão aumento sem suplemento financeiro do governo do Estado. A razão do aumento é porque o tribunal está economizando e acompanha o reajuste concedido a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O salário dos magistrados baianos de R$ 35,1 mil mensais equivale a 90,2% do valor pago aos ministros da suprema corte, de R$ 39,3 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram