AL- BA sedia movimento contra fechamento da Petrobras na Bahia

Na manhã desta segunda, a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) sedia um ato público em defesa da Petrobras, com a criação de uma rede de apoio pela permanência da estatal no Estado. O evento é uma iniciativa da bancada do PT na Casa, em parceria com o Sindicato de Petroleiros da Bahia (Sindipetro).

As atividades da Petrobras na Bahia compreendem a Refinaria Landulpho Alves (Rlam), a Transpetro, a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), a Petrobras Biocombustíveis (PBio), o prédio administrativo (Ediba), termoelétricas e campos terrestres.

Segundo o Sindipetro, além do possível fechamento da Ediba, “resultando na transferência da maioria dos cerca de 1.500 trabalhadores diretos e na rescisão dos cerca de 2 mil terceirizados”, há grave impacto na economia do estado. O ato deve reunir dirigentes sindicais, trabalhadores do setor de petróleo e gás, parlamentares, prefeitos, secretários estaduais, entre outros representantes da sociedade civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram