Livraria que publicou que Salvador ‘acredita em demônios’ é alvo com ebó coletivo

A “livraria flutuante” no navio Logos Hope, foi alvo, um ebó coletivo organizado pela Frente Nacional Makota Valdina, nesta segunda-feira (4), em Salvador. O ato foi realizado em protesto à intolerância religiosa da proprietária da “livraria”, que disse que Salvador “acredita em demônios”.

Em viagem pela costa brasileira, ao declarar, em sua página do Facebook, que chegaria à Bahia, a empresa pediu que fiéis orassem pela tripulação, que estava a caminho de Salvador, cidade que é associada “pela crença das pessoas em espíritos e demônios”.

O ato, denominado de “O demônio quem traz são vocês! A Bahia é de todos os Santos, encantos e Orixás!”, reuniu coletivos, organizações sociais, associações e terreiros de candomblé para o protesto.

“Repudiamos a manifestação explícita de racismo religioso presente na postagem do navio Logos Hope. Ao associar os símbolos sagrados dos povos africanos ao mal, a publicação do navio nega o protagonismo e a existência de uma história ao povo negro, ideologia racista mesma que justificou o navio negreiro”, destacou a Frente Nacional Makota Valdina, nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram