Após decisão do STF, defesa de Lula pedirá “soltura imediata”

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) para prisão somente após não restarem recursos, a defesa do ex-presidente Lula pedirá a “soltura imediata” do petista.

Segundo juristas consultados pelo jornal O Globo, o mais provável é o que o pedido de soltura seja feito à juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais (VEP) do Paraná.

Preso desde abril de 2018, Lula foi condenado a mais de 8 anos de prisão pelo STJ (Superior Tribunal da Justiça) no caso do tríplex no Guarujá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram