Porteiro que citou Bolsonaro afirma que teme pela própria vida

Em reportagem produzida pela Veja, a identidade do porteiro que citou o nome de Bolsonaro ao comentar sobre quem teria autorizado a entrada de Élcio de Queiroz no condomínio do presidente, foi revelada.

O porteiro, Alberto Jorge Ferreira Mateus, que estava de férias quando disse em depoimento que “seu Jair” havia liberado a entrada de um dos suspeitos dos homicídios de Marielle Franco e Anderson Gomes no dia do crime ao condomínio onde Bolsonaro tem casa, afirma que teme pela própria vida e tem medo de perder o emprego, além de estar afastado do trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram