Universitária morre a tiros e namorado é suspeito em crime

O ex-namorado da estudante de serviço social de 25 anos que foi morta a tiros na cidade de Cachoeira, recôncavo da Bahia, na noite de quarta-feira (27), é apontado pela polícia como principal suspeito do crime.

Segundo o delegado João Mateus Correia, titular da delegacia do município, o homem era investigado por agressões contra a vítima e foi identificado por uma testemunha do crime. Ainda segundo o delegado, a vítima possuía uma medida protetiva que impedia a aproximação do suspeito.

O delegado informou que o homem, que não teve o nome revelado, já tinha sido ouvido na delegacia antes do crime de quarta-feira, e que a polícia estudava se haveria a necessidade de pedir a prisão dele. Não há informações sobre a motivação do crime.

O suspeito é procurado pela polícia. Segundo o delegado, após o crime, a prisão preventiva dele foi pedida à Justiça. A delegacia aguarda o mandado.

Elitânia de Souza da Hora foi morta enquanto estava a caminho de casa, acompanhada de uma amiga. A jovem estudava na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e tinha acabado de sair da aula.

Elitânia chegou a ser socorrida e foi levada para um hospital, mas não resistiu. O corpo da jovem foi transferido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Santo Amaro, na mesma região do estado. O assassinato está sob investigação da Delegacia de Cachoeira.

Após o crime, a UFRB decretou luto de três dias e suspendeu as aulas desta quinta-feira (28) no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), onde a vítima estudava. Ela estava no sétimo semestre do curso e já preparava o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Fonte: G1 Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram