Eleitores poderão apoiar a criação do partido Aliança pelo Brasil

Os advogados do partido do presidente Jair Bolsonaro, Aliança pelo Brasil, estudam pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esta semana, a desfiliação de mais de 20 deputados do PSL alegando justa causa, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo. A defesa dirá ainda que houve descumprimento dos postulados partidários pela direção do PSL.

Segundo a publicação, entre os argumentos, vão alegar terem sido perseguidos, em razão das sanções impostas pelo PSL a 17 deles, e também por integrantes da sigla terem acionado o Conselho de Ética da Câmara.

Ainda nesta semana, os advogados de Bolsonaro vão solicitar autorização da corte para usar a biometria como forma de validar apoios para a criação do partido. Vão pedir ainda que a Justiça Eleitoral disponibilize ao menos uma urna em cada cartório para que o eleitor possa digitar o número 38, formalizando o apoio.

Fonte: Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram