Centrais sindicais se queixam de relação distante com Lula desde que saiu prisão

Líderes de centrais sindicais  reclamam que desde que saiu da prisão, em novembro do ano passado, o ex-presidente Lula ainda não se reuniu com as entidades. Naquela época, sindicalistas pediram um encontro ao petista, o que ainda não ocorreu.

Coordenador da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, diz que Lula só mantém diálogo com a CUT e peca ao não se aproximar dos demais movimentos. “É necessária uma construção mais ampla para derrotarmos o bolsonarismo“.

Outros sindicalistas, porém, avaliam que a proximidade com Lula pode azedar de vez a relação com o governo, além de afugentar filiados que se tornaram críticos do PT.Painel/Folha de S.Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram