Arrastão de Carnaval não deve usar recursos públicos

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), sancionou lei que dispõe sobre aplicação de recursos públicos em eventos de natureza festiva na capital baiana, inclusive sob a forma de patrocínio.

Ou seja, lavagens, arrastões e ressacas, realizados na quarta-feira imediatamente posterior ao carnaval, não poderão ter verba da prefeitura municipal.

O projeto é de autoria do vereador Henrique Carballal (PV), que apresentou o texto após acordo com a Câmara Municipal. O edil queria o fim do Arrastão.

Fonte: Metro1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram