Ação contra miliciano não foi gravada, diz Secretaria de Segurança da Bahia

O governo da Bahia diz não ter imagens da operação que matou o ex-PM Adriano da Nóbrega, na madrugada do último domingo (9). Segundo a secretaria de segurança pública baiana, não é praxe realizar filmagens.

Nesta segunda-feira (10), O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, destacou o profissionalismo das equipes envolvidas no confronto contra o miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega. O criminoso, procurado internacionalmente, foi localizado na cidade baiana de Esplanada, no domingo.

Em vídeo divulgado nesta segunda-feira (10), o secretário destacou que a SSP agirá com máxima agilidade e total transparência. Lamentou o fato de o caso estar sendo usado por alguns de forma política e exigiu respeito ao trabalho da polícia.

“Estávamos diante de uma pessoa de alta periculosidade, envolvidos em diversos crimes e com treinamento de tiro, pois chegou a ser um policial de operações especiais. Óbvio que queríamos efetuar a prisão, mas jamais iríamos permitir que um dos nossos ficasse ferido ou saísse morto do confronto”, enfatizou Barbosa.

O secretário acrescentou também que as equipes envolvidas agiram da melhor forma. “Temos que reconhecer a coragem e técnica dos policiais militares baianos destacados nessa missão”, disse.

O chefe da pasta baiana falou ainda que o confronto, como qualquer outro que ocorre, é apurado pela Corregedoria e que o inquérito será divulgado assim que concluído.

Fonte: nossapolitica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram