Petrobras reduz preços de combustíveis e do gás de cozinha; redução não chega ao consumidor

A Petrobras reduziu o preço médio da gasolina nas refinarias em 5% e o do diesel em 3% no último sábado. A redução, foi a segunda da companhia na semana, após um reajuste anterior na gasolina, que ocorre em meio a um tombo dos preços de petróleo e derivados por impactos da expansão do coronavírus e de uma guerra de preços entre grandes produtores globais da commodity.

Com o novo corte, a queda acumulada da gasolina da Petrobras, responsável por quase 100% da capacidade de refino do Brasil, soma cerca de 43% em 2020, e é comercializada pelo menos preço desde 2011. Porém nos postos o desconto não é sentido.

Gás

A Petrobras anunciou na última segunda-feira (30), que irá reduzir em 10% seus preços para todas as categorias de produtos de gás de cozinha a partir de hoje (31). Com mais essa redução, o preço do produto acumula corte de 21% nos preços neste ano.

O preço nas refinarias passa a ser de R$ 21,85 para o botijão de 13 quilos (gás de cozinha). A forte queda nos preços do petróleo no mercado internacional em decorrência da crise mundial provocada pela pandemia de coronavírus, que reduziu a demanda por combustíveis.

Segundo a Petrobras, a empresa está reforçando o abastecimento de gás de cozinha no mercado através de compras adicionais já efetuadas dentro do seu programa de importação, depois que a crise provocada pelo coronavírus fez muitas famílias estocarem o combustível, levando à escassez pontual em alguns centros urbanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram