Atrasou; confira as novas datas para o recebimento do auxílio emergencial

Nesta terça-feira, 14 de abril, o segundo lote do auxílio emergencial de R$600 (podendo chegar a R$1.200) começa a ser pago para o segundo grupo de beneficiários (autônomos, informais e microempreendedores individuais – MEIs) que tiveram sua renda prejudica por conta da pandemia do novo coronavírus. A confirmação do pagamento foi feita pela Caixa Econômica Federal.

Na próxima quarta-feira, 15 de abril, os pagamentos serão liberados para quem já estava cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico) e que não tem conta no Banco do Brasil (BB) ou poupança na Caixa. O auxílio vai ser liberado apenas por meio eletrônico, por ora, sem a possibilidade de saques. Os saques vão seguir outro cronograma, que começa só no dia 27 de abril.

Os pagamentos vão ser feitos de forma escalonada, depositados em conta-poupança da Caixa, conforme mês de aniversário do beneficiário.

Os pagamentos nesta semana vão ser feitos da seguinte maneira:

  • Inscritos no CadÚnico e nascidos em janeiro: terça-feira (14 de abril);
  • Inscritos no CadÚnico e nascidos em fevereiro, março e abril: quarta-feira (15 de abril);
  • Inscritos no CadÚnico e nascidos em maio, junho, julho e agosto: quinta-feira (16 de abril);
  • Inscritos no CadÚnico e nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro: sexta-feira (17 de abril).

Segundo informações da Caixa, o auxílio já foi liberado para mais de 2,5 milhões de brasileiros, o que totalizou o valor de R$1,5 bilhão. Agora, será a vez dos demais receberem a primeira das três parcelas de R$ 600 (ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família).

Segundo o banco, alguns dos beneficiários que se inscreveram através do site e aplicativo “Caixa Auxílio Emergencial” também devem começar a receber nesta sexta, a partir da próxima quinta-feira, 16 de abril. Sendo assim, os solicitantes devem ficar atentos ao acompanhamento de solicitação.

Primeira parcela

Será paga da seguinte forma:

  • Os cidadãos que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal, vão receber a partir do dia 09 de abril, quinta-feira;
  • Quem estiver no Cadastro Único, não receber Bolsa Família e não tiver conta nesses bancos: recebe terça-feira, 14 de abril;
  • Os trabalhadores informais que estão no Cadastro Único: em 5 cinco dias úteis após inscrição no programa de auxílio emergencial (veja como se inscrever  logo abaixo); e
  • Quem for beneficiário do Bolsa Família, nos 10 dias úteis de abril, seguindo o calendário regular do programa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram