Haddad diz que sugeriu Ciro como vice de Lula, mas proposta foi “sequer trabalhada”


O ex-presidenciável Fernando Haddad analisou as eleições de 2018, no qual perdeu, no segundo turno, para o atual presidente Jair Bolsonaro e afirmou ter sugerido que Ciro Gomes, fosse o vice na chapa com o ex-presidente Lula, que foi impedido de concorrer ao pleito pelo Tribunal Superior Eleitoral. 

“O Lula confiava que a Justiça brasileira ia autorizá-lo a concorrer (a eleição).  O que eu, vendo o cenário, propus.  Falei para o Mangabeira, o Lula abrir mão da candidatura é muito difícil […] Vamos fazer o seguinte, conversa com o Ciro vê se ele topa ser vice do Lula e na hipótese de o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) não acatar a candidatura, eu me comprometo a trabalhar a possibilidade do Ciro nos representar a todos. Não vou ficar aqui com vaidade pessoal […] E essa proposta foi sequer considerada para ser trabalhada internamente, e foi feita em maio de 2018, dois meses antes do registro da chapa”, revelou, nesta terça (19), durante entrevista à rádio Metrópole. 

Ciro Gomes foi derrotado no primeiro turno. Na ocasião, Haddad, que entrou no pleito substituindo Lula, foi para o segundo turno com Bolsonaro. “Houve cálculo que não se concretizaram, Lula imaginando que seria candidato e o Ciro acreditando que o Lula ia se acabar, no ponto de vista político. Estou te dando aqui o depoimento de quem viu a história passar perto […] Eu nem achava que seria candidato, achava que seria o Jaques. Achava que ele iria dizer sim para o Lula em algum momento”, pontuou.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram