Defesa Civil condena dois galpões atingidos por incêndio em Lauro


A Prefeitura de Lauro de Freitas abriu sindicância para apurar as causas do incêndio que destruiu parte do almoxarifado da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e fazer o levantamento do material que foi consumido pelo fogo na noite de quarta (10). 

O que se sabe é que o incêndio começou em uma indústria de cosméticos que ocupava um dos 13 galpões do Condomínio Multicenter, no bairro de Buraquinho, e se alastrou para o imóvel vizinho onde funcionava o almoxarifado. Dois galpões da Secretaria foram atingidos – ambos foram condenados pela Defesa Civil e serão demolidos.

No local estavam guardados mobiliário escolar, fardamento, livros e outros materiais que seriam distribuídos às escolas do município após a pandemia. O incêndio, de causas ainda desconhecidas, foi controlado por equipes do Corpo de Bombeiros de Lauro de Freitas e cidades vizinhas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram