Saúde: Coronavírus tem aumentado causas de Bruxismo

A COVID-19 no Brasil tem se comportado de maneira diferente. É um vírus que não tem escolhido classe financeira, racial ou localidade, o covid-19 tem afetado diferentes pessoas de diferentes maneiras, mostrando mais uma vez que somos todos iguais. A maioria das pessoas infectadas apresentará sintomas leves ou moderados da doença e não precisarão ser hospitalizadas.

Alguns infectados, apresentam doenças bem diferentes. Um dos casos é a possibilidade de por conta do isolamento proporcionado pelo coronavírus, as pessoas desenvolverem Bruxismo.

MAS, O QUE É BRUXISMO?

Bruxismo é uma desordem funcional que se caracteriza pelo ranger ou apertar dos dentes. Essa pressão pode provocar desgaste e amolecimento dos dentes. Nos casos mais graves, podem ocorrer problemas ósseos, na gengiva e na articulação da mandíbula (ATM).

O Bruxismo é comumente encontrado nos cidadãos principalmente em picos de estresse. Mas será que é grave?

A LFTV nesta segunda-feira (13), foi visitar o Dr Paulo Pacheco, Clínico geral e Cirurgião-dentista. Além de especialista dental, ele tem tomado as precauções no atendimento aos seus pacientes e foi em busca de cursos de especialização e aprofundamento acerca do Covid-19.

Dr Paulo Pacheco, Clínico geral e Cirurgião-dentista. Além de especialista dental, ele tem tomado as precauções no atendimento aos seus pacientes e foi em busca de cursos de especialização e aprofundamento acerca do Covid-19.
PAULO ROBERTO FAGUNDES PACHECO
CRO-BA 19.331

O Cirurgião-dentista revelou preocupação nos elevados índices de aumento nos casos de bruxismo devido ao fator de estresse e ansiedade causados na pandemia instalada pelo coronavírus: ” diversos pacientes tem se queixado de dor na face e apertamento dos dentes, causadas pelo confinamento das pessoas em suas casas, muitas impossibilitadas de fazer suas atividades, gerando assim fator direto na contribuição do bruxismo.”

Uma das causas que podem estar diretamente ligadas ao Bruxismo são dores de cabeça, tendo em vista que o Bruxismo é ” a contração de músculos na região do tempero na face, que quando muito solicitados gera uma cefaleia conhecida como a dor de cabeça. Sendo assim ela está diretamente associados a fatores psicológicos como estresse e ansiedade que está presente no momento atual de isolamento social” afirmou o profissional.

Os sintomas mais claros do bruxismo são:

  • Os desgates dentais;
  • Dores de cabeça;
  • Encurtamento dos dentes;
  • Perda de dimensão vertical;
  • Perda de estrutura dentária;
  • Problemas de oclusão.

” O bruxismo tem que ser tratado de forma séria, porque em casos mais graves, pode necessitar a realização de intervenção cirúrgica, atualmente com métodos minimamente invasivos. Quanto antes tratar, melhor o prognóstico e menos problemas o paciente vai ter” Finalizou Dr Paulo Pacheco.

Um comentário em “Saúde: Coronavírus tem aumentado causas de Bruxismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram