Lauro de Freitas: Prefeitura mantém a 1ª dose da vacina, nesta quarta-feira

Taxistas e mototaxistas já podem agendar

Taxistas e mototaxistas de Lauro de Freitas já poderão entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde para agendar a vacinação contra a Covid-19, a partir desta quarta-feira (12). O agendamento e os documentos necessários serão informados pelo telefone: 3369-9922.

Para esta quarta, o público alvo da vacinação continua sendo: puérperas sem comorbidades; lactantes com comorbidades, a partir de 18 anos;  pessoas com comorbidades e deficiências o esquema solicita a apresentação do relatório médico atualizado e ter acima de 18 anos; pessoas com 59 anos ou mais, nascidos até 31 de dezembro de 1961; pessoas com comorbidades acima de 18 anos;  profissionais de saúde autônomos (médicos, fisioterapeutas, dentistas, enfermeiros, farmacêuticos, auxiliares e técnicos de enfermagem, auxiliares e técnicos de saúde bucal, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, biomédicos e técnicos em radiologia).

Nesta quarta, apenas dois drive-thrus estarão aplicando o imunizante: o Ginásio de Esportes do Aracuí e o Colégio Dois de Julho na Itinga. No momento da vacinação, as pessoas também deverão apresentar comprovante de residência, cartão SUS ou CPF e documento de identificação com foto, além dos documentos exigidos para validação do grupo.

Suspensão das doses da Astrazeneca em gestantes  

A Secretaria Municipal de Saúde de Lauro de Freitas (SESA) também optou por suspender a aplicação da vacina Astrazeneca em mulheres grávidas. A situação ocorre após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar a suspensão imediata do uso do imunizante após a morte de uma gestante. O caso é investigado pelo Ministério da Saúde.

2ª dose Coronavac

A vacinação de 2ª dose da Coronavac, que estava sendo aplicada desde o último sábado (08), será suspensa nesta quarta-feira (12). A aplicação retornará quando novas doses do imunizante forem enviadas pelo Ministério da Saúde.

Dose de esperança

Nesta terça-feira (11), Lauro de Freitas retomou a aplicação da Oxford/Astrazeneca para os grupos prioritários. Desde o início da pandemia, há mais de um ano, os dias da vendedora Failane Ferreira, 33, são marcados por medo de contrair a Covid-19, além da insegurança ao sair na rua e ter contato com outras pessoas. Por isso, a manhã de hoje para ela representa o início de uma nova etapa em sua vida.  

Integrante do grupo prioritário da estratégia de vacinação contra a Covid-19, a vendedora, que vive com hipertensão há 15 anos e tem sopro no coração, fez questão de chegar cedo para ser uma das primeiras a receber a primeira dose da vacina Astrazeneca.  

“Eu convivo apreensiva e com muito medo de contrair essa doença. Fique feliz da vida ao saber que teria prioridade pelo meu quadro de saúde. Hoje sinto um grande alívio, mesmo sabendo que vou ter que continuar usando máscara, álcool em gel e mantendo distanciamento das pessoas”, disse Failane.

A felicidade e sensação de alívio também representam o sentimento do pintor Jorge Pereira, 48. Diabético há oito anos, ele celebrou a oportunidade da primeira dose da imunização.  

“Tô feliz e doido para tomar logo a segunda dose e acabar logo com isso. Queria que toda a população tivesse logo acesso a essa vacina para o mundo voltar logo ao normal”, comentou.

Hipertenso, o manobrista Jorge Gomes Simplício, 60, estava ansioso para a imunização. “Eu me sinto muito vulnerável em meio a tudo isso que está acontecendo, com os números de infectados lá em cima e várias mortes em todo o mundo. Hoje me sinto um pouco mais seguro e com esperança de que tudo um dia vai melhorar”, contou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram