Lauro de Freitas: Em funcionamento há três anos, estação de transbordo do metrô traz segurança e conforto aos moradores

Inaugurada no dia 8 de agosto de 2018, pouco mais de quatro meses após a chegada do metrô a Lauro de Freitas, a Estação de Transbordo completou três anos neste domingo (8). Mesmo com poucos anos de funcionamento, o equipamento já faz parte da história de moradores de Lauro de Freitas e dos demais municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e mudou para melhor a vida de quem faz uso do transporte público.

Para o empreendedor Diego Souza, de 24 anos, morador do Bairro do Jambeiro, a integração ônibus e metrô, possibilitada pela estação de transbordo, dá aos seus deslocamentos a agilidade que ele precisa. “Eu trabalho fazendo sandálias quadradas de borracha e compro o material em Salvador, hoje saí cedo de casa, peguei o buzú aqui para a estação, depois o metrô até a estação imbuí, comprei o material que precisava e já estou voltando para casa, jogo rápido”, contou Diego.

Diego vende suas sandálias pelo Instagram e realiza entregas na estação de transbordo e em outras estações do metrô. “Já estou vendendo minhas sandálias há dois anos e tem dado tudo certinho. Vendo pelo Instagram, lá no Jambeiro e em outros bairros daqui de Lauro e faço entregas nesta estação aqui e em Salvador. Antes do metrô era uma demora por causa do engarrafamento e ficava também com medo de assalto, aqui na estação me sinto seguro, agora tá tudo lindo”.

Pouco tempo depois de inaugurada a estação passou por obras de ampliação, entregues pelo governador Rui Costa e pela prefeita Moema Gramacho no dia 7 de fevereiro de 2020. O equipamento conta atualmente com 21 baias e mais de 50 linhas de ônibus, com capacidade para atender mais de 200 mil passageiros. A estação é totalmente coberta, o que garante o conforto dos 4.500 passageiros que passam pelo equipamento por dia, a exemplo de Dona Rosa Amaral.

“Uso sempre a estação, acho maravilhoso, ajuda bastante a gente que mora aqui na Itinga e em toda a cidade. Tô desempregada mas me desloco muito, principalmente para ir ao médico, alguns são em Salvador onde já faço acompanhamento com um médico de coluna, por isso a estação e o metrô me ajudam muito, esse projeto trouxe muita melhoria”, declarou Rosa Amaral, de 48 anos, moradora do Bairro da Itinga”.

A estação também mudou a vida de quem mora nos outros municípios da RMS, é o caso de Richard Tauã, de 25 anos, que trabalha em uma concessionária de veículos em Lauro. “Uso frequentemente a estação, todos os dias saio de buzú de Camaçari até a Estação Mussurunga, pego o metrô lá, desço na estação daqui de Lauro e pego um ônibus para o trabalho. Antes da estação e do metrô eu não vinha muito para esses lados, agora se abriram novas possibilidades”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram