Bahia: Draco integra operação de combate a esquema de pirâmide

A ação visa desarticular um grupo criminoso que age nos estados da Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro

O Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) integrou, na manhã desta terça-feira (17), uma operação para desarticular uma organização criminosa voltada à prática delituosa conhecida como “pirâmide financeira”. O grupo age nos estados da Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro. 

         Intitulada Summit, a operação cumpriu três mandados de busca e apreensão em um edifício comercial na Avenida Magalhães Neto, na Pituba. Dezenas de documentos e equipamentos de informática e arquivamento de dados foram apreendidas no endereço, onde funcionava uma filial da empresa. 

         “Os materiais apreendidos, que em muito contribuirão para o seguimento das investigações, devem ser encaminhados à perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT)”, ressaltou o diretor do Draco, delegado José Bezerra. 

         Deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco, a ação visa cumprir 32 mandados de busca e apreensão domiciliar e o bloqueio de ativos financeiros, também naquele estado e no Rio de Janeiro. Estelionato, lavagem de dinheiro e crimes contra a ordem econômica, a economia popular e contra o consumidor são atribuídos à organização criminosa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram