Lauro de Freitas: Prefeitura divulga protocolos de segurança sanitária para retorno das aulas presenciais de forma híbrida nas escolas municipais

Em decreto publicado nesta sexta-feira (15) no Diário Oficial do Município (DOM), a Prefeitura de Lauro de Freitas divulgou os protocolos de segurança sanitária que serão adotados pelas escolas da rede municipal para o retorno das aulas presenciais ainda neste mês de outubro. Para garantir a segurança de alunos, professores e demais colaboradores das unidades de ensino, o retorno se dará de forma gradativa e híbrida.

A data de reinício das aulas está programada para dia 25 de outubro e será apresentada por ato normativo próprio da Secretaria Municipal de Educação. As recomendações do protocolo poderão ser atualizadas de acordo com medidas que venham a ser adotadas pelos Ministérios da Saúde e da Educação e pelas Secretarias de Saúde Municipal e Estadual.

Os protocolos foram divididos em etapas que abordam desde a saída de casa, a chegada à unidade de ensino e o uso de suas dependências, como banheiros e espaços para prática de esportes. As atividades coletivas que exijam maior proximidade entre alunos e professores, deverão ser suspensas. A íntegra dos protocolos pode ser consultada no site www.laurodefreitas.ba.gov.br, clicando no banner “Decreto novo coronavírus”.

Além do uso de máscaras de proteção em todas as dependências das escolas, de álcool em gel 70% e da aferição de temperatura de alunos, professores e colaboradores antes de entrarem nas unidades de ensino, também serão determinados horários e fluxos de entrada e saída para evitar aglomerações. Já foram feitas demarcações no piso para garantir o distanciamento mínimo de 1,5 metro, nas salas de aula e em todas as dependências da escola.

A higienização, a cada turno, de mesas, cadeiras e piso, também está na relação de protocolos, assim como a proibição do compartilhamento de objetos pessoais, como canetas, celulares, fones de ouvido, lápis, caneta, borracha, entre outros, a regra vale para professores e alunos. Além da manutenção de janelas e portas abertas, para proporcionar uma melhor circulação do ar, os estudantes não poderão levar brinquedos, dando prioridade às atividades com os estudantes ao ar livre.

Para o uso dos banheiros serão adotados protocolos específicos, como a higienização dos mesmos duas vezes por turno e a disponibilização de sabonete líquido, álcool em gel 70%, papel toalha e lixeira acionada a pedal, além de um profissional que ficará responsável o controle de acesso aos sanitários, para evitar que muitos estudantes estejam neste ambiente ao mesmo tempo.

Bebedouros com esguichos serão suspensos, os mesmos serão substituídos por bebedouros com saídas do tipo torneiras, evitando que os estudantes bebam água direto nos equipamentos, no entanto, estará liberado o uso de copos e garrafas. No momento da alimentação, deverá ser reduzido o número de estudantes por mesa, caso não seja possível, a merenda deve ser servida individualmente nas salas de aula.

Contaminados ou com suspeita

Em caso de suspeita ou confirmação de contaminação pela Covid-19 de alunos, professores ou colaboradores, o mesmo deve ser informado à direção da unidade de ensino. Caso haja suspeita ou confirmação, as aulas presenciais deverão ser suspensas por até dez dias, na sala de aula ou em qualquer outra dependência da escola onde tenha ocorrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram