Mais de 400 crianças vacinadas com 1ª e 2ª doses da Coronavac nesta quinta-feira (31)

Nesta sexta-feira (1º), será disponibilizado o imunizante da Pfizer para o público infantil de 5 a 11 anos. As equipes de saúde estarão aplicando a 1ª e 2ª

Lauro de Freitas vacinou 402 crianças, de 5 a 11 anos, nesta quinta- feira (31).  Foi disponibilizada a 1ª e 2ª dose do imunizante Coronavac, na Quadra da Escola 2 de Julho, Ginásio de Esportes do Aracuí e nas Unidades de Saúde da Família (USF). Ao todo, foram vacinadas 122 crianças com a 1ª dose e 280 com a 2ª dose. Com o atendimento realizado, hoje, o município atingiu 69% das crianças com a 1ª dose.

Com diagnóstico de hidrocefalia, Josué Félix, 10 anos, recebeu a 2ª dose Coronavac no posto do Aracuí. A mãe conta que agora está aliviada. “Saímos da fisioterapia e viemos logo garantir a imunização do meu filho. Ele é muito tranquilo, nem chora. Meu objetivo é sempre ver ele bem. A vacina é um ato de amor. Agora, estamos felizes, satisfeitos e protegidos”, contou Dona Osenir Félix.

Giselle Pontes, moradora do bairro do Cají, também levou os dois filhos, Maria Luiza (6 anos) e Guilherme (8 anos), para finalizar o ciclo vacinal.  “A gente já vem preparando eles para a importância desse momento. Com a abertura das escolas, a vacina é ainda mais necessária. Eles irão socializar novamente, então precisam estar protegidos. Levar para o posto não é um esforço, é um presente, é garantir a saúde dos meus filhos”, disse.

Programação desta sexta-feira (1º)

Nesta sexta-feira (1º), será disponibilizado o imunizante da Pfizer para o público infantil de 5 a 11 anos. As equipes de saúde estarão aplicando a 1ª e 2ª dose na Quadra da Escola 2 de Julho, Ginásio de Esportes do Aracuí e nas Unidades de Saúde da Família (USF) Irmã Dulce, em Portão; Vida Nova, Caji; Tarumã e São Judas Tadeu, em Itinga, Manoel José Pereira, no Capelão; Padre João Abel, no Jambeiro; e Antônio Carlos Rodrigues em Areia Branca.

Os pais e responsáveis devem apresentar documento com foto, caderneta de vacinação da criança, CPF ou Cartão do SUS e comprovante de residência. As crianças com comorbidades devem também apresentar relatório médico atualizado (cópia e original). Após serem vacinadas, as crianças precisam ficar em observação por um período de 20 minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram