Lauro de Freitas: Prefeitura indica a criação de dois consórcios interfederativos para fortalecer o turismo na Costa dos Coqueiros

“Uma das coisas que podemos fazer nesse consórcio é a atração de investimentos que possam se constituir enquanto rede para garantir o trabalho dos micros, médios e grandes empresários de toda a Costa”

Na implantação do Viva Turismo Bahia para os municípios que integram a Costa dos Coqueiros, a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, indicou a implantação de dois consórcios interfederativos entre o Governo do Estado e os nove municípios que compõem a zona turística, e outro para tratar sobre a preservação ambiental na região. O evento, que aconteceu em Guarajuba na manhã desta terça-feira (05), tem como finalidade implementar um plano estratégico para impulsionar o turismo em todo estado. 

Em discurso de unidade entre as gestões das cidades que compõem a Costa dos Coqueiros, Gramacho incentivou a atração de novos negócios. “Uma das coisas que podemos fazer nesse consórcio é a atração de investimentos que possam se constituir enquanto rede para garantir o trabalho dos micros, médios e grandes empresários de toda a Costa”, disse.

Ela também destacou a importância do cuidado com o meio ambiente para o crescimento do turismo na área. “Não há turismo se não tiver o cuidado com o meio ambiente. A ideia é ter um consórcio que consiga trabalhar as águas, que discuta o Rio Joanes, que passa por sete municípios dessa região, incluindo a capital, e deságua na praia de Buraquinho, em Lauro de Freitas. Por isso, é importante que digamos que todos seremos responsáveis pelo meio ambiente”, contou a gestora. 

Gramacho ressaltou que, para impulsionar a economia de Lauro de Freitas, implantou o Programa Cidade Solidária e Sustentável, com 16 ações voltadas ao reaquecimento do setor no ciclo entre o fim e o pós-pandemia. Ela também comentou que Lauro de Freitas é uma cidade rica culturalmente. “Temos mais de 400 terreiros de candomblé, mais de quatro mil capoeiristas e inúmeros grupos culturais que fazem a nossa história ser revisitada por conta da descendência afro, a exemplo do Terminal Turístico Mãe Mirinha de Portão”, concluiu. 

Idealizado pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur-Ba), o Viva Turismo Bahia conta com uma série de ações de capacitação e qualificação no setor. Entre as medidas e atividades em todos os municípios, estão o levantamento de oferta, orientação e entrega de material sobre protocolo de segurança nos equipamentos turísticos. O objetivo é fazer com que, na pós-pandemia, o destino turístico continue entre os mais procurados por brasileiros.

O Viva Turismo Bahia já tem dado resultados, de acordo com o titular da Setur Bahia, Maurício Bacelar. Enquanto o setor no Brasil teve crescimento de 22%, em 2021, a Bahia cresceu 47% no mesmo período. “Isso mostra que as ações que temos feito têm dado certo. E estar aqui, tratando da Costa dos Coqueiros, é ainda mais especial, pois essa área já tem uma vocação natural para atividades turísticas com o sol, a praia e as atividades de lazer, além da cultura, gastronomia, religiosidade, o turismo étnico religioso e muitos outros”, disse o secretário. 


Já o chefe da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), André Pereira, contou que essa integração nas Costa dos Coqueiros indicada por Moema Gramacho contribui para o fortalecimento dos municípios. “É o nosso papel fortalecer essa integração e fazer o turismo avançar. A proposta da prefeita da implantação de consórcios é de suma importância para fortalecer essa iniciativa. E o Viva Turismo para a nossa região talvez seja o plano mais promissor do turismo no estado da Bahia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram