Saúde: Infertilidade masculina dificulta realização do sonho da paternidade

Varicocele é uma das causas frequentes do problema

A infertilidade é um obstáculo à realização do sonho da gravidez para casais que, por alguma razão, não conseguem obtê-la após pelo menos um ano de relações sexuais sem o uso de métodos contraceptivos. Essa dificuldade afeta de 15 a 20% dos casais, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). As causas são múltiplas e os fatores exclusivamente masculinos explicam de 30 a 40% dos casos. A varicocele – presença de varizes nas veias dos testículos, que acomete 15% dos homens, está presente em até 35% dos casos de infertilidade primária (homens que nunca tiveram filhos) e 81% de infertilidade secundária (homens que já tiveram filho previamente).

O tratamento da varicocele é cirúrgico, mas se a causa da infertilidade for uma infecção ou alterações hormonais, essas devem ser tratadas previamente com medicações. Vitaminas antioxidantes específicas também podem melhorar a qualidade seminal. Se após o tratamento da causa da infertilidade a gravidez não acontecer, o casal pode recorrer a métodos de reprodução assistida, tais como coito programado, inseminação artificial e fertilização in vitro.

Para homens submetidos à vasectomia (cirurgia que torna o homem estéril), que se arrependem da esterilização, existe a possibilidade de reversão do procedimento. Antes de realizar a cirurgia, o paciente deve fazer avaliação urológica e exames pré-operatórios específicos para estimar a taxa de sucesso e, obviamente, a esposa deve ser fértil. O sucesso da reversão depende de uma série de fatores, como o tempo decorrido entre a vasectomia e a sua reversão, idade do paciente e da técnica empregada na vasectomia, entre outros. 

Varicocele – Segundo o urologista Ewerton Muragaki, integrante do grupo URO+ Urologia Avançada e Cirurgia Robótica, a varicocele, principal causa de infertilidade nos homens, provoca aumento da temperatura escrotal e redução da oxigenação testicular, levando a alterações da qualidade seminal. “A doença pode reduzir a quantidade e o movimento dos espermatozoides, modificar a morfologia dos gametas masculinos e aumentar o índice de fragmentação do DNA espermático, situações que podem ocasionar infertilidade ou aborto”, explicou.

Ainda de acordo com o especialista, o tratamento cirúrgico é o mais indicado para a varicocele. “A cirurgia melhora os parâmetros seminais e, consequentemente, a chance de gravidez da parceira. Caso necessite de fertilização in vitro (FIV), a chance de sucesso é maior nos pacientes operados de varicocele porque a cirurgia melhora a qualidade do sêmen e, naturalmente, a qualidade embrionária, ampliando a taxa de sucesso gestacional”, frisou o preceptor da residência em urologia dos Hospitais São Rafael (Rede D’or) e Santo Antônio (Obras Sociais Irmã Dulce). 

Outras causas – A infertilidade masculina também pode ser causada por oligozoospermia (poucos espermatozoides no sêmen), azoospermia (ausência de espermatozoides), criptorquidia (testículos retidos); fatores genéticos e hormonais; infecções urogenitais; inflamações nos testículos e torção testicular; problemas de ejaculação; quimioterapia e radioterapia; problemas sexuais; obstrução do canal por onde passam os espermatozoides, síndromes específicas e até algumas Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s). Em cerca de 25 a 30% dos homens inférteis, a causa é idiopática, ou seja, não é possível determinar uma causa exata.

Quando um paciente chega ao consultório de um urologista para investigar existência e causas de infertilidade, além da avaliação do seu histórico clínico e exame fisico, o especialista solicita um espermograma, exame que avalia a qualidade do sêmen e a quantidade de espermatozoides presentes nele, exames hormonais e exames de imagem. Nos indivíduos com alteração significativa da concentração espermática, uma pesquisa genética pode ser solicitada. O exame de doppler testicular pode ser útil na suspeita de varicocele ou outras alterações testiculares. Existem ainda outros testes específicos no esperma, mais sensíveis para determinar a qualidade dos espermatozoides.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram