Moema Gramacho afirma que aliados vão lutar até o fim para impedir impeachment

A deputada Moema Gramacho (PT-BA) admitiu, em entrevista ao Bahia Notícias, que a bancada petista lutará até o fim para que o processo de impeachment não avance no Senado. “Perdemos a primeira batalha, mas não perdemos a guerra. Vamos lutar até as últimas consequências”, disse.

Para a deputada, a intenção do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), é encerrar as investigações da Operação Lava Jato. “Vamos seguir lutando pelo mandato de uma mulher honesta que foi julgada por um bando de corruptos. Eduardo Cunha e seus cúmplices fazem de tudo para tirar Dilma porque querem salvar seus mandatos e encerrar as investigações da Lava Jato”, afirmou Moema, que lembrou da última denúncia contra Cunha.

Segundo delação de Ricardo Pernambuco Júnior, executivo da Carioca Engenharia, o presidente da Câmara teria recebido propina no valor de R$ 52 milhões. “Esperamos sair vitoriosos da batalha no Senado, pois acreditamos que lá será diferente. Na Câmara há muitos aliados de Cunha. Outra questão é que no Senado, num segundo momento, a sessão será presidida pelo Supremo Tribunal Federal (STF)”, disse a deputada baiana.

 

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Reprodução / Bocão News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *