Desembargadores sustentam absolvição de Kátia Vargas

Catorze desembargadores da Seção Criminal Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinaram o destino do caso da médica oftalmologista Kátia Vargas, nesta quarta (2). Por dez votos a quatro, a decisão do júri popular por absolver a acusada de homicídio duplamente qualificado dos irmãos Emanuel, 21, e Emanuelle Dias, foi mantido.

A sentença deliberada no dia 6 de dezembro de 2017 pelo júri popular que absolveu Kátia, foi examinada pelo desembargador Nilson Castelo Branco como “soberana” na sede do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA).

A médica foi denunciada após um acidente que envolveu os irmãos, onde o carro em que estava colidiu com a moto de Emanuel e Emanuelle, arremessando-os contra um poste, que não sobreviveram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
YouTube
Instagram