Camaçari: Em entrevista coletiva, vereadores comemoram garantia de continuidade do REIQ

Em entrevista coletiva, realizada nesta sexta-feira (18/06), no plenário da Câmara de Camaçari, os vereadores que compuseram a comitiva que esteve em Brasília esta semana comemoraram o saldo positivo da viagem que terminou com a garantia de continuidade dos incentivos oferecidos pelo Regime Especial da Indústria Química (REIQ). Encampada pelo presidente da Casa, vereador Júnior Borges (DEM), a luta pela permanência do REIQ pretendia garantir que o instrumento de desoneração fiscal fosse mantido pelos próximos quatro anos, assegurando a produtividade das empresas do setor, evitando risco de fechamento e demissões.

A comitiva que esteve em Brasília foi formada pelo presidente Júnior Borges e pelos vereadores Dilson Magalhães Jr. (PSDB), Dentinho do Sindicato (PT), Dudu do Povo (Cidadania), Gilvan Souza (PSDB), Mar de Areias (DEM), Niltinho (PSDB), Profª Angélica (PP) e Tagner (PT). O presidente da Câmara Municipal de Salvador, o vereador Geraldo Júnior (MDB), também participou da viagem e marcou presença na coletiva realizada hoje. Além deles, o presidente nacional do Democratas e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), reforçou o time participando das interlocuções e da agenda realizada em Brasília. 

Na capital federal, o grupo esteve com o senador Ciro Nogueira (PP), relator da Medida Provisória Nº 1.034, na qual o Governo Federal propõe a revogação do regime especial que, desde 2013, tem desonerado alíquotas incidentes na compra de matéria-prima básica pela indústria química brasileira, garantindo capacidade produtiva e estimulando a competitividade dentro do mercado mundial. Durante o encontro, o senador garantiu que o REIQ será mantido pelos próximos quatro anos, afirmação que foi comemorada pelos parlamentares de Camaçari. Ainda em Brasília, a comitiva esteve também em reunião com o ministro da Cidadania, João Roma, e com o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM), que se uniram à causa e reforçaram a luta que garantiu a manutenção de pelo menos 12 mil empregos somente em Camaçari e cerca de 30 mil empregos em toda a região metropolitana. Esses postos de trabalho estariam sob risco de extinção caso o REIQ fosse suspenso.

“Iniciamos as tratativas a favor do REIQ logo depois da audiência pública que realizamos aqui na Câmara. A partir disso, começamos a conversar sobre a importância de revelar para a sociedade o papel do REIQ e o que a sua suspensão poderia causar nas cidades que possuem empresas da área química. Recebemos ajuda de diferentes pessoas, de diferentes esferas envolvidas e, quando chegamos em Brasília, as pessoas já sabiam que a Bahia estava à frente dessa luta. Tanto que, no encontro com o senador Ciro Nogueira, ele nos informou que iria mudar o seu parecer a partir dos argumentos e da realidade que nós tivemos a oportunidade de apresentar. Essa é uma grande vitória para todo o país”, contou Júnior Borges.

Durante a coletiva, os vereadores fizeram questão de reforçar a importância da imprensa da Bahia e de Camaçari, que foi fundamental para o resultado positivo. “Os órgãos de imprensa foram essenciais nessa caminhada, pois ao levar conhecimento do que é o REIQ e do que ele significa para o Brasil, tornou a nossa luta uma causa de todos”, reforçou o vereador Geraldo Júnior. O vereador Dentinho do Sindicato (PT) também comemorou o resultado das tratativas. “Aqui nos reunimos todos em prol da economia e dos trabalhadores não só de Camaçari, mas de toda a Bahia e do Brasil. Essa é uma vitória muito importante”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Facebook
YouTube
Instagram